Saltar para o conteúdo

Como funciona a carboxiterapia

É uma técnica estética não-cirúrgica, na qual o gás carbônico é injetado no tecido subcutâneo utilizando-se um aparelho com uma agulha muito fina. Isso melhora a circulação e oxigenação dos tecidos.

Resultado de imagem para carboxiterapia

Quais são as aplicações da Carboxiterapia?

As aplicações mais populares da Carboxiterapia são para o combate da celulite, gordura localizada e flacidez. Uma vez que esse tratamento também estimula a formação de colágeno e novas fibras elásticas, ela também pode ser indicada para o tratamento mais profundo da pele, com tirar estrias por exemplo, e rejuvenescimento corporal.

Além da parte estética ainda é utilizado no tratamento de arteriopatias, flebopatias e úlceras.Também é utilizada, com bons resultados, no pré e pós-operatório, quando se nota um aumento da espessura da pele.

O uso do Gás Carbônico não é prejudicial à saúde?

O Gás Carbônico não é tóxico e está presente normalmente no organismo como intermediário do metabolismo celular e também não provoca alergias. O exame de laparoscopia usa o mesmo gás em quantidades muito superiores.

Como é o tratamento?

O tratamento consiste em aplicações semanais, entre duas e três, em média 10 sessões, com duração média de 20 minutos. A partir da quarta sessão já é possível observar a pele mais enrijecida pela melhor distribuição do colágeno e a redução de alguns centímetros nas medidas.

Qual o mecanismo de ação da Carboxiterapia?

O Gás Carbônico injetado age de forma local, aumentando o fluxo sanguíneo, melhorando a circulação e a drenagem linfática e, dessa forma, trata a celulite. A melhora da circulação permite a melhora da flacidez e o rejuvenescimento. Nos locais onde há acúmulo de gordura, o efeito mecânico do tratamento é destruir as células gordurosas levando a uma redução de medidas.

Rugas

Existem pessoas que fazem muita careta, franzem bastante a testa e até riem muito, independente da idade que possuam. E o resultado disso são as indesejáveis rugas, que conferem um aspecto envelhecido ao rosto.

O uso da toxina botulínica tipo A é um modo eficaz de tratamento para as rugas, conferindo uma aparência mais jovem nos vários momentos da vida. Sob o efeito da toxina, os músculos faciais ficam relaxados, evitando que a pele forme vincos, que no futuro se tornarão marcas, devido a toda a mímica facial que realizamos diariamente.

Indicado aos 20, 30, 40, 50 e 60 anos, a aplicação da toxina é considerada o tratamento campeão para tratar vincos leves e profundos. A idade ideal para iniciar o tratamento é realmente quando as rugas começarem a aparecer, pois a técnica funciona também como um tratamento preventivo.

A aplicação deve ser realizada somente por um médico que utilizará a quantidade necessária para um resultado eficaz e uma aparência natural.

As regiões indicadas são testa, entre as sobrancelhas, ao redor dos olhos “os famosos pés de galinha”, levantamento das sobrancelhas, abertura dos olhos (ocidentalização das orientais), levantamento da ponta do nariz, rugas em volta dos lábios, levantamento da boca e hiperidrose (excesso de suor) nas axilas, mãos e pés.